10 de Junho de 2020

Colabore para a conservação de recursos hídricos

Grande parte dos estados brasileiros está passando por um longo período de seca. O Paraná já chegou ao décimo mês de estiagem e suas principais bacias hidrográficas estão com os níveis mais baixos dos últimos 90 anos. Devido a isso, e aos cuidados reforçados com a higiene pessoal neste momento, nos deparamos com a necessidade ainda maior de conservação dos recursos hídricos. O professor de Ciências do Colégio Positivo, Alexandre Passoni*, pontuou algumas atitudes para evitarmos o desperdício de água e futuros períodos de estiagem como este. Confira:

Aposte nos três R
Reduza, reuse e recicle! Use a criatividade para combater os grandes vilões de desperdício doméstico: colete a água na máquina de lavar roupa, da chuva e até mesmo do chuveiro e a utilize para lavar calçadas ou dar descargas. Use a água do cozimento de alimentos para regar plantas, pois além de reaproveitá-la, os nutrientes contidos serão absorvidos por essas nobres companheiras. Ao lavar a louça, deixe embalagens já utilizadas no fundo da pia e garanta a limpeza do que será descartado.

Conheça o caminho da água
Pesquise o caminho que a água faz da fonte que abastece o seu bairro ou cidade até o descarte. Compreender todos os processos e custos, ambientais ou industriais, envolvidos na distribuição do recurso nos faz valorizar ainda mais e nos permite enxergar a importância de uma mudança de hábitos.

Calcule a sua pegada hídrica
A pegada hídrica revela a quantidade de água que você utiliza em seu cotidiano. No uso doméstico, você pode acompanhar o seu consumo por meio das faturas mensais da companhia de tratamento e distribuição de água que atende o seu estado. No entanto, a quantidade de água não computada utilizada em outros serviços pode te surpreender! Por meio do site Water Foot Print é possível descobrir quanto do recurso foi utilizado na produção de artigos e alimentos consumidos.

Faça escolhas conscientes
Ao comprar produtos e serviços, escolha empresas responsáveis em relação ao uso da água e comprometidas com a conservação ambiental. Dessa forma, cria-se uma demanda na busca por tecnologias mais eficazes e menos impactantes.

Compartilhe os seus conhecimentos
Falar sobre atitudes positivas pode ser contagiante. Compartilhe com a sua família e seus colegas as boas práticas em relação ao consumo de recursos hídricos e os desafie a adotá-las também. Pequenas atitudes, quando realizadas por várias pessoas, são mais efetivas do que grandes ações praticadas por poucos.

*Alexandre Passoni Ferreira é biólogo, formado pela Universidade Positivo, e mestrando em Gestão Ambiental. Desde 2011, atua como professor de Ciências no Colégio Positivo e, atualmente, compõe a equipe do projeto Logística Reversa do Grupo Positivo.