Parcerias

Em 2003, a SPVS desenvolveu o Programa de Adoção de Áreas, mais tarde renomeado para Programa Desmatamento Evitado. Nesse mesmo ano, a Posigraf, gráfica do Grupo Positivo, aderiu ao programa, tornando-se a primeira empresa a “adotar” um remanescente de Floresta com Araucária, a Reserva Mata do Uru que, em 2004, foi transformada em Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), medida legal que limita o uso e a exploração das áreas e, assim, contribui para a conservação da biodiversidade. 

O trabalho configura um modelo inédito e inovador no Brasil, que permite a associação entre a instituição, empresas e proprietários de remanescentes florestais para fortalecer resultados em conservação da natureza, por meio da utilização da ferramenta de Pagamento por Serviços Ambientais.

Em 2012, o Programa Desmatamento Evitado foi utilizado como modelo para formatação de uma política pública no Estado do Paraná. Hoje, a parceria, que antes era somente com a Posigraf, estendeu-se, e o Grupo, por meio do Instituto Positivo, viabiliza a conservação dessa RPPN de mata nativa, que possui em seus remanescentes florestais algumas espécies vegetais e animais que se enquadram na categoria dos ameaçados de extinção.

O objetivo é manter a biodiversidade característica dessa floresta e repassar informações para a sociedade sobre a importância da conservação ambiental, por meio de visitas técnicas e o desenvolvimento de pesquisas científicas no local.

 

SPVS

A missão da SPVS é trabalhar pela conservação da natureza, através da proteção de áreas nativas, de ações de educação ambiental e do desenvolvimento de modelos para o uso racional dos recursos naturais.

A SPVS desenvolve projetos inovadores e de qualidade na área da conservação da natureza, com características voltadas à expansão e replicabilidade de ações direcionadas à manutenção do patrimônio natural e da biodiversidade.

Com quase 30 anos de atuação em diferentes biomas brasileiros, os trabalhos da SPVS são realizados sempre em ações conjuntas com empresas, instituições públicas e do Terceiro Setor, visando influenciar políticas públicas e buscando demonstrar o quanto a qualidade de vida, as atividades econômicas e o desenvolvimento são dependentes da existência de áreas naturais bem conservadas e da garantia da conservação da biodiversidade.

Por sua capacidade de inovação e criatividade, unida ao conhecimento técnico e científico e noção de prioridade em favor da conservação da biodiversidade, os projetos da SPVS têm correspondência com temas atuais e estão diretamente relacionados com assuntos que comprometem as atividades produtivas, a vida das pessoas e a sustentabilidade dos negócios.

www.spvs.org.br